imagem

Empório Mineira a Sertaneja Empório Mineira a Sertaneja Empório Mineira a Sertaneja

Lista de Desejos

Sua Lista de Desejos ainda está vazia!

Seu carrinho está vazio
Navegue por nossa loja e encha seu carrinho com as melhores ofertas!
Faça seu login ou cadastre-se

Cadastre-se em nossa loja para acompanhar pedidos e finalizar suas compras com agilidade!

Cadastrar
Faça seu login ou
cadastre-se

Cachaça Guaraciaba

O Começo:

Em 1960, o Sr. José Maria Santana, mais conhecido como Zé Santana, começou a produzir cachaça em um pequeno engenho movido à roda d’água. O seu produto era vendido e entregue nos mercados da região no lombo de burros pelos tropeiros.
A fama da cachaça correu a região e aumentou a demanda, fazendo com que o pequeno engenho fosse trocado por um maior, movido a vapor. Em 1965, é registrada a marca Guaraciaba e a tropa de burros foi trocada por um caminhão. Em poucos anos, a marca já era uma das preferidas na capital.

Atualmente:

Hoje a Guaraciaba é administrada pelo sucessor de Zé Santana e emprega 62 funcionários fixos e 40 pessoas em média durante a safra. A produção começa em junho e termina em outubro, produzindo em média de 400.000 a 600.000 litros de cachaça por ano.

A colheita é feita no período de maio a novembro, época em que o teor de açúcar da cana é mais acentuado proporcionando uma melhor qualidade e aproveitamento do caldo extraído. As moendas separam o caldo do bagaço, que será usado para aquecer as fornalhas do alambique. O caldo é decantado e filtrado para, em seguida, ser levado às dornas de fermentação. A fermentação dura de 24 a 36 horas e após esse período o caldo fermentado é destilado em alambiques de cobre resultando no produto final que é a “cachaça”. Essa cachaça é armazenada em barris de madeira por um período mínimo de 1 a 5 anos, para que possa ser engarrafada e comercializada. Isto permitiu à empresa dar sequência e aprimorar o que era feito, além de manter estoques longamente envelhecidos.

A empresa tem investido em cursos e melhoria de estrutura produtiva afim de produzir uma cachaça de qualidade gerando emprego e renda para a região, já que essas eram as metas de seu fundador.

A cachaça:

A cachaça pertence a nobre família das aguardentes, de eau-de-vieou aquavit. Trata-se de um destilado feito à base de cana de açúcar, leveduras e água. A produção se concentra no período de maio a outubro, quando ocorre a safra da cana-de açúcar. Seu processo de fabricação inicia-se com a moagem da cana, que produz um caldo ao qual adiciona-se água, resultando no mosto. Sob efeito das leveduras, o mosto entra em processo de fermentação. Após a fermentação processa-se a destilação em alambique de cobre. O armazenamento é feito em tonéis de madeira. Vamos simplificar o processo de produção da cachaça nos seguintes passos: corte da cana, fermentação, destilação e envelhecimento.

Corte de cana:

É realizado quando a cana está madura, ou seja, em seu estágio mais doce, sem utilização do recurso de queimadas visando preservar todas as propriedades da cana.

Fermentação:

A garapa obtida é depositada em dornas contendo fermento natural, obtido da própria cana-de-açúcar totalmente isento de aditivos químicos. O processo é controlado por medições no grau de sacarose e temperatura do mosto e possui uma duração que varia de 24 a 36 horas. Essa fase do processo requer uma higienização constante do ambiente visando evitar proliferação de microrganismos responsáveis pela contaminação da fermentação, o que comprometeria seriamente a qualidade final da cachaça.

Destilação:

Esta é a fase final do processo de produção da cachaça. A garapa fermentada é levada para o alambique de cobre, metal apropriado para fornecer o “bouquet” característico da cachaça mineira. O teor de cobre na bebida é controlado por filtragem (troca catiônica) e análises laboratoriais para que, não ultrapasse os índices permitidos pelo Ministério da Saúde. Na destilação são retirados a cabeça, cachaça obtida no início da alambicagem/destilagem e que concentra alto teor de aldeídos, e a cauda que é a porção final da destilação e possui graduação muito baixa. Dessa forma o produto obtido da destilação que é realmente utilizado para a produção de cachaça é chamado de coração e contém todas as características desejáveis para uma cachaça de qualidade.

Envelhecimento:

Após a destilação, a Cachaça Guaraciaba é depositada em tonéis de jequitibá, bálsamo, amendoim e amburana que varia por um período mínimo que varia 1 a 5 anos.

3 Produtos encontrados.

Grade Lista

Definir Direção Ascendente
3 Produtos encontrados.

Grade Lista

Definir Direção Ascendente